Terminou nesta terça-feira, 31, a série de cerimônias realizadas no Cine-Theatro Central que integraram a colação de grau unificada da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Ao final dos dois dias, aproximadamente 1200 estudantes pegaram os seus diplomas. Entre eles, estavam os alunos dos cursos de Administração Pública, Computação, Educação Física, Física, Matemática, Pedagogia e Química, oferecidos pela Instituição na modalidade a distância.

Morador de Santos, a cerca de 550km de distância, Leonardo Soares viajou a Juiz de Fora para participar da cerimônia e pegar o diploma do curso de Licenciatura em Educação Física. Ele revela que no início da graduação teve a falsa impressão de que o curso a distância é mais fácil. Porém, segundo ele, é justamente o contrário, pois esta modalidade de ensino exige muita disciplina de estudo. “Temos que traçar todo um planejamento de regras e rotinas diárias de estudo. Se perdemos o prazo das atividades, ficamos sem notas. Com o decorrer do curso entrei no ritmo e compreendi a importância de cumprir todos os prazos das atividades”, afirma.

Roberta Pascal, formanda da Licenciatura em Pedagogia do Polo de Bicas, comenta que escolheu fazer um curso a distância pela sua flexibilidade. “Escolhi fazer um curso a distância pela facilidade de programar os horários de estudo. Sou de Andrelândia, e acabei escolhendo o polo de Bicas, pois tinha conhecidos na cidade. Além disso, também escolhi pelo fato de ser um curso oferecido pela UFJF, uma universidade conceituada e renomada”, ressalva.

O concluinte do curso de Computação do Polo de Ilicínea, João Batista Neves, conta que escolheu fazer um curso a distância pela facilidade e possibilidade de mobilidade social. “A Licenciatura em Computação me proporcionou a entrada no mercado de trabalho, pois já estou atuando na minha área como designer instrucional do Instituto Federal do Sul de Minas. O curso a distância da UFJF não deixa nada a desejar em relação ao presencial”.

Segundo Lucioney da Costa aluno de Química do Polo de Sete Lagoas, residente de Belo Horizonte, concluir uma graduação em Química é uma grande conquista. “Fazer o curso já era um desejo antigo e foi a chance de concretizar o meu sonho de fazer uma graduação. Foi oportunidade única proporcionada pela UFJF”, expõe o aluno, deixando também uma mensagem para a coordenação do curso: “Agradeço a coordenadora do curso Mônica, os professores, tutores, colegas de curso e apoiadores do polo, muito obrigado”, comenta.

Já Germano Assis, formando do curso de Administração Pública, do Polo de Juiz de Fora, comenta que começou o curso há 4 anos e que nem viu o tempo passar. “A experiência de estudar a distância é muito interessante. A gente tem oportunidade de estudar em casa, uma facilidade enorme principalmente para quem trabalha fora”.

Para a formanda de Licenciatura em Matemática do Polo de Araxá, Andréa Pereira é emocionante e gratificante formar em un curso na modalidade a distância (EaD). “É uma sensação de alívio e felicidade pela conquista. Estar aqui presencialmente representa a concretização de um sonho, uma etapa da vida cumprida”, conclui.

Confira as fotos: